É preciso se atentar à linha tênue entre ajudar e tirar a autonomia da criança. É importante que os pais auxiliem na organização e no planejamento dos estudos, mas é primordial que a criança execute sozinha as tarefas e tenha autonomia para realizá-las do modo que ela se sinta mais confortável e confiante.

Hoje, especialistas apontam as metodologias ativas de aprendizagem como grandes tendências para um desenvolvimento mais integral e efetivo dos jovens. E um dos principais pilares dessas metodologias é, justamente, desenvolver a autonomia e protagonismo dos alunos em seu processo de aprendizagem. Assim, esse tende a ser mais interessante e prazeroso, além de se criar um senso de responsabilidade maior da criança com seu desenvolvimento.📓